_MG_2785.jpg
Nasci em Brasília, sou jornalista e escritora. Erva brava (2021) é meu livro mais recente e a primeira ficção nacional da editora Fósforo. Meu romance de estreia, Allegro ma non troppo (Oito e Meio), foi semifinalista do Prêmio Oceanos de Literatura 2017. Integrei algumas coletâneas de contos e estive em eventos literários no Brasil e no exterior.  Em julho de 2021, passei a ser representada pela MTS Agência de Autores

Em 2017, com um grupo de amigos, participei da criação e da produção da Movida Literária, evento que reuniu apaixonados por livros em bares da capital do país. No ano seguinte, idealizei e dirigi a Livre - Festival Internacional de Literatura e Direitos Humanos, financiado pelo Instituto Camões e pelo Fundo de Apoio à Cultura do Governo do Distrito Federal.

Sou mestre em Comunicação pela Universidade de Brasília (UnB), onde também fiz minha graduação. Durante cinco anos, produzi e apresentei o Marca-Página, programa sobre literatura veiculado pela Rádio Nacional em Brasília (AM 980 e FM 96,1) e pela Rádio MEC no Rio de Janeiro (AM 800).​ Atualmente trabalho na Rádio Nacional da Amazônia. Em 2020, lancei um podcast independente chamado Sem Papas: Literatura para novos tempos e entrevistei alguns autores. Embora tenha sido muito legal, dei o projeto por encerrado.

Hoje, sou estudante de Ciências Biológicas na UnB e me interesso por evolução, primatologia e divulgação científica.

Prêmios e Editais

2018

Finalista do Prêmio Off Flip de Literatura com o conto “Domingo sem missa”

2017

Aprovação do projeto “Livre: Festival Internacional de Literatura e Direitos Humanos” no edital nº 3/2017 do Fundo de Apoio à Cultura, da Secretaria de Estado de Cultura do Governo do Distrito Federal

Semifinalista do Prêmio Oceanos de Literatura com o romance Allegro ma non troppo (editora Oito e Meio, 2016)

2016

Seleção no edital da III Bienal Brasil do Livro e da Leitura para lançamento do romance Allegro ma non troppo (editora Oito e Meio)

2008

Prêmio Maximiano Campos de Literatura - Ano IV, com o conto “O dragão invisível”